Mais de 380 testes rápidos são realizados no Dezembro Vermelho do Hospital Regional de Marabá

Mais de 380 testes rápidos são realizados no Dezembro Vermelho do Hospital Regional de Marabá

13/12/2018 0 Por Redação

O Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), foi uma das instituições que receberam o posto volante do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) pela campanha “Dezembro Vermelho”. Nesta quinta-feira, 13, usuários ambulatoriais e colaboradores da Unidade participaram da ação, que ofereceu testes rápidos para detectar casos de sífilis, HIV/Aids, hepatite B e hepatite C.

Domingos Pinheiro é morador de Serra Pelada, no município de Curionópolis. Ele aproveitou que estava na unidade acompanhando a esposa em um exame, para realizar os testes. “Logo que soube que ia ter a ação, aceitei o convite para fazer o exame. A gente pode pensar que está bom, mas só sabe quando passa pelo médico mesmo”, disse o servente.

A motorista Sandra de Souza também participou da ação. “Eu já tive vontade de fazer, mas o CTA fica longe de casa. Sorte que estava aqui hoje e já fiz. Achei muito bom ofertarem esse serviço, afinal, a gente sempre tem que se cuidar”, afirmou ela.

No total, 384 testes rápidos foram realizados durante a programação no HRSP. O resultado era disponibilizado em 15 minutos para cada participante. Nos casos em que é detectada alguma alteração na sorologia, o paciente é encaminhado para o Centro de Testagem e Aconselhamento, onde é feito um novo exame e, se confirmado o primeiro resultado, o tratamento é iniciado imediatamente e de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Além dos testes rápidos, nesta semana, o Hospital Regional de Marabá, Unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, também promoverá um bate-papo com os colaboradores sobre prevenção e tratamento das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), antes chamadas de doenças sexualmente transmissíveis.

De acordo com a enfermeira do HRSP e integrante da Comissão de Humanização, Thaís Tonassi, o envolvimento da unidade no movimento “Dezembro Vermelho”, que sensibiliza a população para o combate ao HIV/Aids e demais ISTs, é uma forma da instituição contribuir para a melhora da qualidade de vida na região. “A informação é fundamental para combater esse problema, afinal é melhor prevenir do que ter tratar”, argumentou a colaboradora.

A enfermeira do CTA, Cícera Lima, comentou sobre a ação. “Em dezembro, o Centro reforça as campanhas itinerantes com o objetivo de detectar precocemente os casos, porque quanto mais cedo for confirmada a doença, mais rápido o paciente pode iniciar o tratamento e melhor pode ser a sua qualidade de vida”, explicou a enfermeira.

No Brasil, 260 mil pessoas sabem que têm HIV e não se tratam. Outras 112 mil têm o vírus mas não sabem, segundo o Ministério da Saúde. As infecções sexualmente transmissíveis são doenças adquiridas, principalmente, por meio do contato sexual com uma pessoa que esteja infectada. Elas também podem ser passadas da mãe para o filho durante a gestação, parto ou amamentação. Em geral, os sintomas das ISTs são: feridas, corrimento ou verrugas no ânus e órgãos genitais. Os sinais também podem se manifestar na palma das mãos, olhos e línguas, dentre outras partes do corpo.

Referência em atendimento de média e alta complexidades, o Hospital Regional do Sudeste do Pará possui 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Abrange uma população superior a 1 milhão de habitantes em 22 municípios paraenses.

Com perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, a Instituição oferece atendimento gratuito nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial, Cirurgia Plástica Reparadora, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Fisioterapia, Infectologia, Medicina Intensiva Adulto, Pediátrica e Neonatal, Nutrição, Obstetrícia de Alto Risco, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Terapia Ocupacional, Traumato-ortopedia, Nefrologia e Anestesiologia.

De janeiro a novembro de 2018, a Unidade realizou mais de 160 mil atendimentos, entre internações, consultas especializadas, exames, cirurgias e atendimentos multiprofissionais. A média de satisfação dos usuários nesse período é de 97,4%.