Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

17/12/2018 0 Por Redação

Precisando chegar à final de Pipeline para garantir a conquista antecipada, brasileiro assegura o troféu com uma vitória de virada sobre o sul-africano Jordy Smith na semi. Julian Wilson é vice

O Brasil tem um campeão mundial de surfe pela terceira vez na história. E pela segunda vez a honraria foi obtida por Gabriel Medina. Melhor surfista do mundo em 2014, o paulista de Maresias conquistou o bi nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pipeline, no Havaí, na última etapa da temporada. Com o título, Medina se iguala a Tom Carroll (Austrália), Damien Hardman (Austrália) e John John Florence (Havaí), todos bicampeões mundiais.

Rival do brasileiro na luta pelo título, Julian Wilson ainda enfrenta Kelly Slater na outra semi. Mesmo que seja campeão do Pipe Masters, o australiano não tem mais possibilidades de ultrapassar o paulista de Maresias na classificação final do Circuito Mundial.

A bateria começou favorável ao sul-africano. Aproveitando bem a primeira série, Jordy Smith largou na frente com um 8.50. Gabriel Medina mal teve tempo de respirar. Logo na sequência, o surfista da África do Sul achou um 7.33, ampliando a diferença. O brasileiro só foi encontrar a primeira onda com cinco minutos de bateria – um 7.17. Pouco depois, o paulista surfou para um 6.33, reequilibrando o confronto.

A 15 minutos do fim, Medina pegou um tubaço de direita, levando 9.10 dos juízes. Era a onda da virada. Jordy respondeu com um tubo de esquerda, mas a nota foi apenas 7.27, insuficiente para retomar a dianteira. A partir de então, o brasileiro passou a marcar o rival para administrar a vitória. Com o mar em calmaria, Jordy não teve muitas alternativas a não ser aceitar a derrota.

GloboEsporte.com